7 erros ao higienizar alimentos que comprometem sua saúde

Todo mundo sabe que a má higienização de alimentos como frutas e verduras pode acarretar em danos graves para a saúde. Além de eliminar sujeira, alguns agrotóxicos e pesticidas, esse hábito também remove vírus e bactérias responsáveis por doenças como hepatite, cólera, salmonelose e até o Covid 19, por exemplo.

Mas será que você está fazendo os procedimentos corretos para uma boa desinfecção? Antes de tudo, lave as mãos. Depois, limpe os alimentos com uma escovinha, água morna e sabão neutro, para retirar a sujeira visível a olho nu. Deixe tudo de molho em uma bacia com um litro de água e uma colher de bicarbonato de sódio, por cerca de 15 minutos. Lave em água potável para retirar o excesso de bicarbonato.


De acordo com o biomédico e agente sanitário Roberto Martins Figueiredo, o famoso "Dr. Bactéria", há erros que até os cozinheiros mais experientes cometem no que tange há higienização de alimentos e da cozinha. Tais hábitos podem estar colocando sua saúde em risco.


Confira os sete mais comuns na casa dos brasileiros.



1. Lavar o arroz

Essa é clássica! Em muitas casas brasileiras as pessoas ainda lavam o arroz.
O grão é um produto não perecível, ou seja, não é um bom veículo de bactérias. Mesmo se houvesse alguma, iria morrer no cozimento. Além disso, quando, lavado, o alimento perde boa parte dos seus nutrientes como ferro, potássio, fósforo, magnésio e vitaminas B1, B2, B3 e B6.

 


2. Usar os mesmos utensílios para cortar carnes e alimentos frescos

Este erro é perigoso e pode promover contaminação cruzada. Carnes cruas possuem muitas bactérias que são aniquiladas no cozimento. Se usamos as mesmas facas ou tábuas para cortar o frango cru e a salada, por exemplo, as bactérias serão transmitidas dos objetos para os vegetais.

 

 

3. Não lavar o escorredor de louça

Muita gente acaba se esquecendo de lavar o escorredor de louça, mas este é também um hábito muito importante que vai evitar que pratos, copos etc. sejam contaminados.

 


4. Deixar paninho e lixinho na pia

Sabe aquele hábito de enxugar a pia com um pano e depois deixá-lo secando sobre ela por um bom tempo? É dessa umidade que as bactérias adoram! O ideal seria utilizar um rodinho e higieniza-lo regularmente.

Aproveita pra também aposentar o lixinho em cima da pia. O lixo naturalmente atrai micro-organismos que, estando na pia, contaminarão mais facilmente a louça e os alimentos. A solução é colocar no chão e trocar o saco diariamente.

 




5. Lavar ovos antes de armazenar

Os ovos têm casca porosa e, com a lavagem, a água pode entrar no ovo juntamente com sujeira. O ideal é lavá-los somente antes de quebrar a casca.

 




6. Não lavar enlatados

Um erro bastante comum é comprar enlatados, sejam latinhas de refrigerante, cerveja, ou alimentos em conserva, e não higienizar antes de armazenar. Além do risco óbvio do Covid 19, as latas têm grandes chances de terem sido contaminadas por ratos e baratas nos mercados.




7. Lavar carnes

Esse é um dos erros mais perigosos. A água sozinha não tem o poder de retirar os microorganismos presentes na carne. Pelo contrário. As bactérias gostam de umidade para se proliferar e se espalhar melhor. Ou seja, o contato com a água mais contamina que limpa.

Um dos maiores vilões na cozinha é o frango cru que, quando lavado, espalha micróbios perigosos como Salmonella, Clostridium perfringens e Campylobacter pela pia, superfície, utensílios e outros alimentos, gerando graves intoxicações alimentares. O ideal é ir da embalagem para o forno.

 

 

 

 

 

Ana Carolina Miotto é jornalista, colunista do blog Magazine Oriente

MTB: 0072384/SP

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
You have successfully subscribed!
This email has been registered
Carregando Ambiente Seguro